Organização do Fecani confirma festival para setembro

O coordenador-geral do Festival de Canção de Itacoatiara (Fecani), Manolo Olímpio, garantiu que o evento será realizado da mesma forma que ocorreu em edições anteriores, e rejeitou a proposta do Governo do Amazonas de assumir a coordenação e realizá-lo em outubro.

Segundo Olímpio, o evento acontece nos dias 4, 5 e 6 de setembro. Em nota, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) confirmou que o festival será realizado na data informada pela organização.

O tradicional festival de música é realizado há 30 anos pela Associação dos Itacoatiarenses Residentes em Manaus (Airma), em parceria com o governo e entidades públicas e privadas. Mas há poucos dias havia sido cancelado sob a alegação de falta de dinheiro.

Foto: Divulgação.

Fecani - entradaA entidade esperava receber R$ 1,5 milhão do Executivo, mas afirmou que o repasse teria sido reduzido para R$ 500 mil, inviabilizando a execução do festival.

A proposta de assumir o Fecani foi feita no dia 11 de agosto pelo governador José Melo (Pros). “O Festival pode sim ser realizado. Se a associação não tem condições de fazer, o governo quer assumir. Lanço o desafio. Se a Airma me permitir eu faço o festival no final de outubro. Mas não queremos fazer só, queremos desenvolver o festival em parceria com eles.”, disse o governador, por meio de assessoria.

Sobre a sugestão, Olímpio pondera. “Vai ter Fecani sim, mas nos moldes de como já era realizado. Nem que seja de maneira mais simples, com menos recursos, mas iremos fazer.”, disse, acrescentando que ao governo cabe apoiar eventos culturais, e não realizá-los. “O governo não está dando dinheiro ao Fecani, está ‘emprestando’ um recurso que vai retornar em forma de tributos.”, frisou.

Manolo Olímpio disse que o evento está orçado em quase R$ 1,6 milhão, mas que o numerário final deve ser acertado em reunião com representantes da Secretaria Estadual de Cultura e da Prefeitura de Itacoatiara.

“Estamos conversando com o governador sobre a possibilidade de ele aumentar o dinheiro que será repassado ao Fecani. Também estamos conversando com empresas privadas. Mas vai ter festival sim.”, assegurou.

Olímpio disse que o festival de música deve contar com duas ou três atrações nacionais. Artistas do Norte e de outros Estados brasileiros também podem participar. A programação conta com 47 eventos, sendo 24 culturais e 23 esportivos.

Governo

Em nota, o Governo do Amazonas confirmou o repasse de R$ 500 mil e a manutenção do evento para os dias 4, 5 e 6 de setembro. Uma reunião foi realizada no dia 12/08, entre representantes do governo e da Airma, para fazer ajustes.

“Acreditamos no valor que o evento tem não só para os itacoatiarenses como também para o Amazonas. É um evento tradicional do calendário do Estado, que movimenta tanto a cultura, quanto a economia. Daí, nossos esforços para realizá-lo com o mesmo brilho que nos anos anteriores.”, enfatizou Robério Braga, secretário de Estado de Cultura.

 

Indicar para um amigo: