Unilever investirá mais de R$ 1 bilhão no Brasil até 2017

Presente há 86 anos no Brasil, a Unilever reforça o seu compromisso com o desenvolvimento do País e anuncia investimento de R$ 1,1 bilhão nas regiões Sudeste e Nordeste até 2017.

A companhia inaugurou, em Aguaí, Interior de São Paulo, o seu décimo complexo fabril e a sua 15ª fábrica, a primeira da companhia que produzirá desodorantes aerossóis no Brasil.

A cerimônia contou com a presença do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo; do vice-governador do Estado de São Paulo, Marcio França; do governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara; do vice-prefeito de Aguaí, Adalberto Fassina; além de Paul Polman, CEO global da Unilever; e Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil.

Foto: Divulgação.
 vice-governador do Estado de São Paulo, Marcio França; governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; CEO Global da Unilever, Paul Polman; ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo; vice-prefeito de Aguaí, Adalberto Fassina; presidente da Unilever Latam, Miguel Kozuszok; Reinaldo Ecclissato, sênior vice-presidente de Supply Chain para Américas, Reinaldo Ecclissato; presidente da Unilever Brasil, Fernando Fernandez

Vice-governador do Estado de São Paulo, Marcio França; governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; CEO Global da Unilever, Paul Polman; ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo; vice-prefeito de Aguaí, Adalberto Fassina; presidente da Unilever Latam, Miguel Kozuszok; Reinaldo Ecclissato, sênior vice-presidente de Supply Chain para Américas, Reinaldo Ecclissato; presidente da Unilever Brasil, Fernando Fernandez.

“A fábrica de Aguaí é uma das mais sustentáveis da Unilever no mundo. É um grande exemplo de que é possível crescer e, ao mesmo tempo, reduzir impactos ambientais. Queremos mostrar que a sustentabilidade conduz o crescimento dos nossos negócios. Acreditamos que a sustentabilidade precisa, cada vez mais, fazer parte do dia a dia das empresas e consumidores.”, afirma o CEO global da companhia, Paul Polman.

Na ocasião, a companhia anunciou investimento inicial de aproximadamente R$ 500 milhões e a geração de 250 empregos diretos e indiretos para a primeira fase de funcionamento da fábrica, além dos 2 mil empregos gerados durante a construção. “Hoje, marcamos o início de nossa história em Aguaí.

O investimento na cidade é de longo prazo e estratégico para a Unilever. Estamos nos preparando para os próximos 50 anos no País, já que é um complexo com muito potencial para crescer e que futuramente terá fábricas de produtos de cuidados pessoais e com a casa.”, afirma o presidente da Unilever Brasil, Fernando Fernandez.

Com um milhão de metros quadrados de terreno, o complexo, que é o décimo da Unilever no Brasil, começa a operar com a fábrica de desodorantes aerossóis e visa atender à crescente demanda dos consumidores brasileiros pelo produto – atualmente, o País é o segundo maior mercado de desodorantes do mundo.

“Será a nossa sétima fábrica, no quarto complexo industrial em São Paulo, próxima de fornecedores e do maior mercado consumidor do País, características importantes para garantir mais eficiência e menos impacto ambiental”, acrescenta o executivo.

Atuação Sustentável

Em linha com a visão da Unilever de dobrar de tamanho ao mesmo tempo que em reduz pela metade o seu impacto ambiental e aumenta o impacto positivo na sociedade, a fábrica de Aguaí é uma das mais sustentáveis da Unilever no mundo.

A planta foi projetada de acordo com os critérios do plano de sustentabilidade da companhia, lançado em 2010, e da certificação LEED, concedida pelo Green Building Council (GBC), principal selo internacional para atestar construções que seguem padrões socioambientais.

“Para a Unilever é fundamental que toda sua cadeia de valor pense a sustentabilidade de maneira estratégica e transversal ao negócio. Acreditamos que, ao fomentar uma atuação sustentável, estamos promovendo uma mudança na maneira como fazer negócio e, consequentemente, na sociedade como um todo. Esperamos plantar mais uma semente, em Aguaí, com a inauguração da fábrica, influenciando nossos funcionários, parceiros e consumidores.”, afirma Polman.

O projeto da fábrica considerou três pontos fundamentais: eficiência energética, uso racional da água e a gestão responsável de resíduos. A fábrica ainda contempla bicicletário e ciclovia de acesso à fábrica.

 

 

Indicar para um amigo: